O que é impressão em 3D?

Hoje em dia a impressão 3D é um tema em destaque na imprensa.

A tecnologia de impressão 3D, surgiu no ano de 1986, mas só em 1990 começou a ganhar algum destaque.

Até agora nunca foi um assunto popular exceto no mundo da engenharia, arquitetura e fabricação.

Para criar um objeto é necessário um modelo 3D. Pode também usar um scanner 3D, ou desenhar você mesmo um modelo 3D usando software como o AutoCaD. Pode também fazer download a partir da internet de diversos modelos que são distribuídos gratuitamente.

O modelo 3D digital, regra geral é gravado no formato STL, o ficheiro é enviado diretamente para a impressora.

O processo de “imprimir” tridimensionalmente, é feito através de diversas camadas, na verdade o processo assemelha-se muito às impressoras de jato de tinta.

Uma das aplicações mais importantes desta tecnologia encontra-se na indústria médica. Através da impressão 3d, os cirurgiões podem produzir maquetes de partes do corpo dos seus pacientes que precisam de ser operadas.

A Impressão 3D torna também que seja possível fazer uma peça do zero em apenas algumas horas.

Hoje em dia quase tudo desde componentes aeroespaciais até brinquedos já vêm sendo feitos usando impressoras 3D.

A impressão 3D, proporciona uma grande poupança, em custos de fabrico, pois permite imprimir produtos já acabados. Com a impressão 3D, as empresas podem experimentar novas ideias, designs elaborados com diversas iterações, sem ser necessário despender muito tempo ou investir grandes recursos.

 

  

A impressão 3D vai ter um grande impacto a todos os níveis, com aplicações em todos os tipos de industria, e na área de serviços.

Chegará o ponto em que todos os consumidores irão ter uma impressora 3D em casa.

As aplicações desta tecnologia são ilimitadas, e veio para revolucionar a forma como consumimos.

Existem diversas tecnologias que são capazes de imprimir em 3D. A principal diferença é de como são formadas as camadas de forma a construir a peça.

Muito algumas tecnologias são capazes de fazer a impressão 3D. As principais diferenças são como as camadas são construídos para criar peças.

SLS (selective laser sintering), FDM (fused depostion modeling) e SLA (stereolithograhpy) são as tecnologias mais comuns para a impressão 3D.
(SLS) e (FDM) utilizam materiais moles, ou derretidos de forma a produzir as camadas.